segunda-feira, 27 de março de 2017

POLAR M600




Polar M600: Smartwatch esportivo com tecnologia Android Wear™ 2.0 e métricas de natação.

Produto combina o melhor dos dois mundos: a tecnologia líder em medição de frequência cardíaca e todo o poder do Android Wear

A Polar, pioneira em tecnologia de wearables para esporte e fitness e líder em monitoramento de frequência cardíaca há mais de 40 anos, anuncia a chegada do Polar M600 no Brasil, um smartwatch esportivo à prova d’água, compatível com Android Wear 2.0, disponível em breve. Usando a plataforma Android Wear para smartwatch do Google, o produto tem tecnologia de frequência cardíaca óptica proprietária da Polar e fornece esta medição baseada em pulso através de 6 LEDs aliado a um algoritmo projetado e testado para máxima confiabilidade. O Polar M600, também oferece GPS integrado, monitoramento de atividade 24 horas por dia e todos os recursos do Polar Smart Coaching.

Concebido para treinamento multiesportivo, o Polar M600 é um estiloso acessório para um lifestyle conectado. Com elegante design e tela touch colorida de 1,3 polegadas, botão frontal para controlar o treino de forma rápida e fácil, tem autonomia de bateria de mais de 48 horas quando conectado a dispositivos Android. Com pulseira de silicone macia e confortável, o Polar M600 está disponível em preto e branco – a pulseira vermelha é vendida como acessório adicional.

"A Polar é conhecida por trazer a inteligência ao esporte. Criamos o primeiro monitor de frequência cardíaca, o primeiro monitor de atividade física e fomos, novamente, a primeira empresa de wearables esportivos a anunciar um smartwatch voltado para prática de esporte. Com tecnologia Android Wear, o Polar M600 oferece inúmeras opções de personalização e conta com os robustos recursos dos consagrados wearables Polar", diz Igor Meskelis, Diretor-Presidente da Polar no Brasil.

Ganhador do Prêmio Honorário na categoria de produtos de Fitness, Esportes e Biotecnologia, o Polar M600 oferece métricas de natação em piscina, como distância e ritmo, braçadas por minuto e por piscina. Além disso, o smartwatch detecta se o tipo de nado é livre, costas, peito ou borboleta.

Combinar os avanços constantes do Android Wear com a expertise de treino da Polar trouxe ao Polar M600 recursos exclusivos de Smart Coaching, como o Guia de Atividades. Além de contar com as informações sobre treinamento, atividades diárias e exercícios, é possível utilizar controle por voz, personalizar o mostrador de relógio (watch faces), visualizar notificações de calendário, responder mensagens de texto e instantâneas com um smartphone Android, visualizar feeds de redes sociais e acessar mais de quatro mil aplicativos no Google Play. O Polar M600 oferece 4GB de armazenamento interno e permite sincronizar músicas do Google Play para ouví-las sem o smartphone.


Por meio do ecossistema Polar Flow, o usuário pode visualizar dados de atividade, treinamento com base em frequência cardíaca e sono no aplicativo para iOS e Android, enquanto o serviço web oferece uma visão mais profunda sobre o condicionamento físico, recuperação e progresso. Usuários do Polar M600 podem utilizar o Programa de Corrida Polar, um plano de treinamento personalizado e adaptável disponível gratuitamente no Polar Flow. Corredores podem escolher entre quatro diferentes distâncias (5K, 10K, meia-maratona ou maratona) e o programa cria um plano de treinos de acordo com o nível de condicionamento físico, que se adapta ao progresso e oferece instruções claras que ajudam a focar no que é mais importante para melhorar o desempenho.

O Polar M600 estará disponível na loja virtual da marca e em redes de artigos esportivos em abril por R$ 1.699,00.

Divulgação: POLAR



quarta-feira, 22 de março de 2017

NIKE AIR VAPORMAX




NIKE AIR VAPORMAX: O ÁPICE DA TECNOLOGIA AIR

Compre o seu: clique aqui
Quando o Nike Air Max foi lançado, em 1987, ele foi o primeiro tênis a mostrar uma grande cápsula de amortecimento de ar visível. Em 1997, o modelo evoluiu com o Air Max 97, colocando a tecnologia Air ao longo de todo o solado. Outras mudanças ocorreram com o tempo, e agora o Air Max se inspira no seu legado de 30 anos para criar uma revolução: o Nike Air VaporMax, que traduz a promessa do Air de oferecer amortecimento leve e consistente com durabilidade.

O avanço é resultado das novas tecnologias que permitem que a cápsula de ar do Nike VaporMax atue como um solado independente. Antes, essa cápsula de ar era isolada por uma camada de borracha secundária para proteção e maior durabilidade, agora a nova tecnologia permitiu que os designers incorporassem a tecnologia Air e a camada externa em uma mesma unidade VaporMax. As unidades anteriores precisavam ser formadas por áreas estruturais inflexíveis, mas a nova unidade pode manter seu formato com elasticidade.
Se antes a estrutura do tênis permitia que mais ar fosse integrado à unidade, agora a última inovação permite geometrias mais extremas, possibilitando que os designers coloquem ainda mais ar diretamente sob os pés. Juntos, esses recursos eliminam a necessidade de uma entressola de espuma tradicional.

Ao eliminar o peso e o volume dessa camada de espuma, a nova entressola alcança uma maior flexibilidade e impulso sem comprometer a estrutura, enquanto reduz o peso. Ao colocar o cabedal diretamente sobre a cápsula de ar, a sensação de maciez aumenta e resposta de energia acaba sendo maior.
No Nike Air VaporMax, a a cápsula de ar é aliada a um cabedal Nike Flyknit que integra apoio preciso e reduz ainda mais o peso do calçado. O Nike Air VaporMax chega em Nike.com no dia 26 de Março.

Acesse o site: clique aqui

Divulgação: NIKE



sábado, 11 de março de 2017

NIKE ABRE CASA AIR MAX NA AVENIDA PAULISTA




A Casa Air Max reunirá os grandes lançamentos de um dos maiores ícones da cultura sneaker com estrelas da cena musical, experiências para o consumidor, treinos de Nike+ Run Club e sessões de Nike Training Club


Há exatas três décadas, a Nike revolucionou o mundo da corrida com a tecnologia Air. Pela primeira vez foi possível ver a cápsula de ar que oferecia o melhor em amortecimento para corredores. O que começou como uma iniciativa para tornar visíveis os benefícios dessa inovação, evoluiu para uma silhueta que mudou para sempre a história dos calçados. A tecnologia Air Max nasceu na corrida, mas transcendeu o mundo dos esportes até tornar-se um dos maiores ícones da cultura sneaker.

Instalada em um dos casarões da Avenida Paulista, no coração de São Paulo, a Casa Air Max recebeu as cores vibrantes do artista Arlin Graff para celebrar o 30º aniversário dessa revolução e une importantes nomes da música a essa comemoração.

Zegon, Emicida, Karol Conka e Metanol são artistas que reconhecidamente quebram barreiras e revolucionam no cenário musical. Num mundo que valoriza cada vez mais a colaboração, eles se tornaram parceiros da Nike na co-criação de projetos que serão apresentados na Casa Air Max.

“Escolhemos a Avenida Paulista para celebrar o 30º. Aniversário do Air Max, um dos maiores ícones da cultura sneaker, porque é onde esporte, cultura, diversidade e estilo urbano se encontram. A Casa Air Max vai funcionar como uma tela para expressar a cultura urbana nos mais variados sentidos: esporte, música, comportamento, estilo e sneakers, claro. Vai ser uma oportunidade de redefinir, revolucionar e expressar a cultura jovem de uma maneira colaborativa, corajosa e disruptiva", afirma Tim Stuijfzand, Diretor Sênior de Marketing da Nike do Brasil.

video

O Air Max Day é comemorado mundialmente no dia 26 de março, mas no Brasil a celebração começa dia 8 de março, Dia Internacional da Mulher. Para inaugurar a Casa Air Max, a Nike convidou mulheres que representam revolução nas áreas e comunidades onde atuam.

As atletas patrocinadas pela Nike, Leticia Bufoni e Rafaela Silva, que se apaixonaram por esportes como skate e judô, predominantemente masculinos; a cantora Karol Conká e a artista Panmela Castro, que se destacam no cenário do rap e do grafite; a ativista Juliana Luna e as jovens irmãs Tracie e Tasha, do Expensive Shit, que se dedicam ao empoderamento feminino através da moda.


Ao longo do mês de março, será lançada uma série de sneakers em edição limitada (retrô, remix e inovadores). E essa linha de designs Air, novinhos em folha, irá incluir o tão esperado Nike Air Vapor Max, para provar que o potencial da revolução Air nunca esteve tão forte dentro da Nike.

PROGRAMAÇÃO
O público terá acesso à Casa Air Max a partir do dia 11 de março, sempre aos sábados das 12h às 16h e aos domingos, das 12h às 22hs, com limite de capacidade. A cada sábado, está programada uma atração musical especial, a partir das 18 horas.

Aos domingos, a casa recebe o público ao meio-dia para sessões especiais de Nike Training Club sempre conectadas à música e cultura urbana. No final da tarde, liderados por crews de corrida, como as paulistanas Vício Lifestyle e Closeyros, e as cariocas Ghetto e Cria, corredores de várias partes da cidade percorrerão diferentes distâncias para chegar até a Casa Air Max. Para participar, é preciso se inscrever em Nike.com/SP.

Na Casa Air Max, o público também terá a chance de viver uma série de experiências relacionadas à cultura sneaker numa mistura de música e cultura urbana, além de algumas surpresas especiais. No térreo, está instalado o espaço Rebels On Air, onde será possível criar sua música e ser VJ por um dia. Na sala Atmos, estão previstos os serviços de Sneaker Refresh (limpeza e dicas de cuidados com sneakers Nike) e customização.

Na sala Nike.com, será possível fazer a compra de produtos por meio digital. No primeiro andar, o consumidor vai experimentar a Sala Vapor Max, com uma atividade sensorial que explora os benefícios da tecnologia Air e, na Sala Masters of Air, conhecer os principais modelos Air Max de alguns colecionadores.

Depois, vale a visita à Sala OG, onde serão oferecidos serviços de cabelereiro, barba, maquiagem e nails bar, antes de ficar bem na foto no espaço PiraNoMeuAir 360, onde se pode fazer uma foto 360.

SERVIÇO
Para mais informações sobre a programação e inscrições para eventos, acesse Nike.com/SP a partir de 9/3.

Casa Air Max - Avenida Paulista, 1811.

Divulgação: NIKE



sexta-feira, 10 de março de 2017

NIKE REDEFINE O VISUAL DA CORRIDA VELOZ




O Nike Zoom Vaporfly 4%, Nike Zoom Fly e Nike Air Zoom Pegasus 34 serão lançadas em 8 de junho, no Nike.com e em lojas selecionadas.


Baseados no projeto Breaking2 da Nike, uma inovação para quebrar a barreira de duas horas da maratona, o Nike Zoom Vaporfly 4%, Nike Zoom Fly e Nike Air Zoom Pegasus 34 apresentam um novo futuro para a corrida. Projetado para melhorar a eficiência de todos os corredores – dos maratonistas de classe mundial àqueles que treinam para seu primeiro teste de corrida de distância - este trio de tênis de corrida e treinamento redefine o visual da corrida veloz.

NIKE ZOOM VAPORFLY 4%
Introduzida no Nike Zoom Vaporfly Elite, a entressola Nike ZoomX redefine a aparência, a sensação e o desempenho de velocidade. E quando combinada com uma placa de carbono embutida em todo o comprimento, a entressola Nike ZoomX fornece um sistema inovador para amortecimento responsivo que é projetado para maximizar a velocidade e proporcionar maior retorno de energia.

O design audacioso e orientado para o desempenho do Nike Zoom Vaporfly 4% faz com que os corredores sejam 4% mais eficientes em comparação com o tênis de maratona anterior mais rápido da Nike. Um talão aerodinâmico destaca a estética do tênis. O cabedal Nike Flymesh com apoio de arco dinâmico no médio pé proporciona nível zero de desvio de distração. A placa de fibra de carbono é ajustada para minimizar a perda de energia quando os dedos são dobrados, sem aumentar a demanda para a panturrilha. Por fim, a entressola Nike ZoomX proporciona amortecimento em cada passo para devolver energia para o arranque. O resultado é um tênis de corrida construído para as necessidades exatas de maratonistas de classe mundial.
NIKE ZOOM FLY
O Nike Zoom Fly aplica os princípios revolucionários do Nike Zoom Vaporfly Elite em um tênis que é rápido o suficiente para o dia da corrida, mas resistente o suficiente para o treinamento diário. A espuma Lunarlon extremamente leve, macia e altamente resiliente cria uma experiência leve, responsiva sob os pés, enquanto uma placa de nylon injetada com carbono no comprimento total aumenta a rigidez. Uma borracha de alta abrasividade no calcanhar para durabilidade completa o ferramental. O cabedal é composto de Nike Flymesh com dinâmica de médio pé Nike Flywire para uma contenção leve.

Além disso, o desvio de 10mm do Nike Zoom Fly é projetado para minimizar a tensão no tendão de Aquiles e a altura de 33mm garante uma proteção contra impactos a cada quilometro.
NIKE AIR ZOOM PEGASUS 34
O Nike Air Zoom Pegasus 34 reúne unidades Nike Air Zoom na parte frontal e calcanhar com espuma Premium Cushlon ST. Esta abordagem sinérgica proporciona amortecimento suave equilibrado com uma sensação de apoio e responsividade sob os pés. O cabedal Flymesh atualizado do Nike Air Zoom Pegasus 34 emprega fios de monofilamento translúcido para uma contenção leve e ventilação. O calcanhar arredondado se afunila na lateral para promover uma amplitude natural de movimento.

O Nike Zoom Vaporfly 4%, Nike Zoom Fly e Nike Air Zoom Pegasus 34 serão lançadas em 8 de junho, nas principais colorways inspiradas pela velocidade e elegância das corridas de automóveis em Monza, no site Nike.com e em varejistas selecionados.

Divulgação: NIKE



terça-feira, 7 de março de 2017

BREAKING2: POR QUE MONZA?




Uma volta fixa de 2,4 km no Autódromo Nacional de Monza, na Itália, oferece todas as condições ambientais para a tentativa da quebra da barreira de duas horas da maratona.


Portão de Brandemburgo, em Berlim, Heartbreak Hill, em Boston, a margem do Rio Tãmisa, em Londres, a ponte Verrazano-Narrows, em Nova York e a vasta extensão do Lago Michigan. Estas são algumas das características marcantes dos percursos das maratonas mais famosas do mundo. A cada ano, milhares de corredores treinam para enfrentá-las – se preparando não só para o desafio de correr 42 quilômetros, mas também para enfrentar as condições únicas de clima e pista de cada uma delas.

Para a maioria dos corredores, simplesmente cobrir toda a distância é o suficiente. Eliud Kipchoge, Lelisa Desisa e Zersenay Tadese, os atletas envolvidos no projeto inovador e audacioso Breaking2 da Nike, têm um objetivo mais ousado: quebrar a barreira das duas horas, o Santo Graal da corrida.

O ronco dos motores e a correria das equipes de boxes raramente fazem parte da visão de uma maratona. No entanto, uma grande ambição requer pensamento pouco convencional. Por isso, a serviço da tentativa de Kipchoge, Desisa e Tadese, a equipe diversificada do projeto Breaking2 mudou o foco do percurso urbano tradicional para um ícone da velocidade, uma pista de corridas de automóveis.

Determinar o local perfeito de corrida exige um conjunto exclusivo de características ambientais, levando em consideração, entre outras coisas, a altitude, a temperatura e a pressão do vapor. O objetivo é singular: otimizar as condições.

Depois de vasculhar o mundo para encontrar o local mais adequado, a equipe Breaking2 chegou a uma volta fixa de 2,4 km no complexo do Autódromo Nacional de Monza, próximo a Monza, na Itália.


Basicamente, a localização contempla todos os fundamentos ambientais. A temperatura oscila em torno de 12 graus Celsius e a pressão do vapor é menor do que 12mmHg. Além disso, o céu normalmente está nublado (minimizando a carga de calor nos corredores) e as correntes de ar não apresentam mudanças de direção drásticas - graças ao fato do percurso estar perfeitamente situado ao largo da costa e no meio de muitas árvores.

Naturalmente, esses dados e as circunstâncias ambientais sozinhas não garantem quebrar a barreira de duas horas. O layout da volta, a extensão do percurso e a elevação atendem a outros critérios essenciais para otimizar a tentativa.

Os outros critérios são:
  • Asfalto – embora o asfalto seja a superfície de pista preferida, o circuito de Monza também garante excelente consistência sob os pés.
  • Inclinação da pista - a falta de declives no percurso proporciona um piso limpo e uniforme em todo o circuito.
  • Comprimento – Com 2,4 km, o percurso permite a gestão perfeita de ritmo, hidratação, nutrição e transições da equipe de apoio.
  • Clima – uma análise do histórico do clima de Monza em seis anos, com a exploração comparativa das condições nas maratonas mais rápidas da história, confirmou o potencial do local para um desempenho ideal.
Ficaremos aqui na torcida para que essa marca seja alcançada, apensar de saber que é muito, mas muito difícil. Sem limites para o impossível.. Boa sorte atletas!

Divulgação: NIKE