segunda-feira, 5 de junho de 2017

O2 COMEMORA DIA DOS NAMORADOS COM 50% OFF





A promoção contempla mais de 50 provas em 13 cidades brasileiras e é valida até 12 de junho. 


Para comemorar o dia mais aguardado dos casais no ano, a O2 lança a promoção de dia dos namorados para colocar todos os apaixonados em movimento.

A campanha “Movimente seu amor” presenteia os corredores com 50% de desconto na compra da segunda inscrição da mesma prova, sendo alguma delas Circuito das Estações, Night Run e Bravus Race. Além disso, a promoção contempla também as provas do Circuito ASICS Golden Run e Maratona Pão de Açúcar.

Ao todo, são 13 cidades e mais de 50 provas disponíveis, entre elas as principais corridas de rua do país, com percursos de 5km, 10km, 16km e meias maratonas. Para quem quer fugir do asfalto, também há opções de novos desafios, como travessias aquáticas e corridas de obstáculos.

A promoção é valida até o dia 12 de junho e o desconto pode ser aplicado em um número ilimitado de provas. Para conferir todas as informações acesse: 

                                       www.movimenteseuamor.ativo.com

Quero ver todos correndo juntos de mãos dadas. ;)


quarta-feira, 3 de maio de 2017

TÁ CHEGANDO A HORA! BREAKING2




COMO AS TRADIÇÕES E A CIÊNCIA SE UNEM PARA FAZER CAMPEÕES DE MARATONA


Para quebrar a barreira da maratona de duas horas, um corredor precisaria superar a maratona mais rápida que já foi registrada - 2:02:57 – em cerca de 3 por cento. Isso significa que ele precisaria eliminar sete segundos de cada uma de suas 26,2 milhas. Para a maioria, este é um desafio aparentemente impossível. Mas para a Nike, é uma meta que vale a pena buscar.

Com coragem suficiente para aceitar o convite da Nike, os atletas Eliud Kipchoge, Lelisa Desisa e Zersenay Tadese vão tentar realizar uma corrida abaixo de duas horas. Alguns meses de testes e análise de dados dos melhores corredores de longa distância do mundo determinaram que estes três estivessem fisicamente preparados para o desafio. Mas grande parte da ideia de fazer parceria com eles resume-se ao fato de serem, por natureza, melhores do que outros atletas em correr rápido por um longo tempo. Os anos de experiência e de expertise em provas longas, lhes dão uma vantagem exclusiva. E é essa uma das razões pela qual a equipe de treinadores e cientistas do Breaking2 compreendeu que estratégia e otimização dos treinos, ao invés da mudança radical de suas rotinas, seriam a melhor maneira de abordar a tentativa de levar os atletas ao que se espera ser a maior conquista em corridas de longa distância até hoje.

Os atletas e seus treinadores têm desempenhado um papel fundamental na definição dos programas de treinamento que os levaram até onde estão hoje. O Dr. Brad Wilkins, fisiologista e diretor da Nike Explore Team Generation Research no Laboratório de Pesquisa Esportiva da Nike, e o Dr. Brett Kirby, pesquisador e fisiologista líder do Laboratório de Pesquisa Esportiva da Nike, se reuniram para supervisionar a ciência diária por trás do Breaking2. "Como atletas de elite, eles têm programas de treinamento incríveis e bem estabelecidos que estão funcionando", diz Wilkins. "Nosso objetivo tem sido trabalhar com os corredores e seus treinadores para fornecer análise e feedback." Aqui está o porquê esta reunião de mundos tem o potencial de fazer com que o sonho da maratona abaixo de duas horas se torne uma realidade.

FORMAS PELA QUAL A EXPERIÊNCIA DETERMINOU O QUE FUNCIONA

Os planos de treinamento evoluem à medida que o atleta evolui.

O plano semanal da Eliud Kipchoge tem variedade e especificidade, e se desenvolve progressivamente ao longo do programa. Ele faz treinos duas vezes por dia, corridas longas, trabalhos de velocidade em uma pista e exercícios Fartlek (termo sueco para jogo de velocidade) a cada semana. "Eliud está em total sintonia com seu corpo, então muitas vezes ele deixa sua capacidade de resposta e percepção de esforço ditar seu ritmo", diz Kirby.

Enquanto isso, o foco inicial de Lelisa Desisa foi a resistência no geral, com várias corridas de base de longa distância, fáceis a moderadas. Ele adicionou treinos de pista mais específicos para desenvolver sua velocidade e intensidade à medida que o programa evolui. A estratégia de Zersenay Tadese é quase o oposto da de Lelisa: a primeira metade de seu treinamento foi de velocidade pesada para ajudá-lo a se familiarizar com o ritmo da corrida, enquanto mais tarde seu objetivo foi aumentar a duração da sua velocidade com resistência para que ele possa manter esse ritmo ao longo do tempo, diz Kirby.


Aquecimentos são (na sua maioria) simples.

Todos os atletas fazem uma corrida lenta típica (às vezes tão lenta que quase arrastam seus pés longitudinalmente, parecendo com uma parada, descreve Kirby), aumentando progressivamente seu ritmo por aproximadamente 30 minutos. Desisa e sua equipe também fazem uma rotina de pré-corrida, quase um ritual, composta de movimentos dinâmicos que duram cerca de 30 minutos. "Parece uma dança", diz Kirby.


O trabalho em equipe é primordial, mas as corridas individuais também são fundamentais.

Geralmente, os atletas correm com os outros por motivação e camaradagem. Desisa tem sua própria equipe com seis a oito atletas que estão lá para apoiá-lo da forma que ele precisar. Em corridas longas, Kipchoge corre entre um grande grupo composto por até 60 corredores, profissionais ou treinadores. Mas se eles têm como meta um treino muito específico, eles podem correr sozinhos ou com apenas alguns poucos corredores. "Zersenay faz muitas de suas corridas por conta própria", diz Kirby.


O sono os mantém em seu auge.

Nenhum dos atletas faz o que geralmente seria considerado um padrão de recuperação. A parte mais crítica de suas rotinas de treinamento – típica de atletas que correm mais de 100 milhas por semana - é a recuperação. "Zersenay é conhecido como o homem que dorme, porque quando ele não está correndo, ele está dormindo", diz Kirby. Quando Desisa não está treinando, ele está relaxando. Kipchoge passa grande parte de seu tempo de descanso equilibrando com a vida diária em seu acampamento. "Além de cochilar e tomar chá com seus companheiros de equipe, ele também faz tarefas, como tirar água de seu poço ou trabalhar nos campos", diz Kirby. A maioria descansa um dia por semana ou conforme necessário. Alguns dos rapazes recebem massagens até três vezes por semana, normalmente após suas sessões de treinamento mais difíceis.


Correr é tudo.

Eles não levantam pesos. Ou fazem ioga. Eles simplesmente correm. "Para correr rápido você precisa correr", diz Wilkins. Embora tudo seja muito diferente, o programa de treinamento de cada atleta está em constante evolução para se adaptar a proficiências e ineficiências. "Geralmente, os corredores deste nível de elite não são flexíveis", diz Wilkins. Contrariamente ao que alguns podem pensar, a pesquisa sugere que menos flexibilidade tende a ter uma correlação com um melhor desempenho. "A teoria é que as pernas mais rígidas perdem menos energia", explica Wilkins. (Ele relaciona isso com uma mola rígida, que armazena e libera muito mais energia do que uma mais frouxa).

Dietas diárias não são rígidas.

Nesse nível de elite, os corredores já sabem quais alimentos ajudam a melhorar suas corridas diárias, embora Wilkins e Kirby recomendem que os corredores façam refeições que tenham cerca de 50-75% de carboidratos, 20-30% de proteína e o restante o que eles quiserem. Além disso, os cientistas forneceram orientação específica para a ingestão de alimentos pós-treinamento. Por exemplo, eles destacaram a importância da ingestão imediata de proteínas e carboidratos após sessões de treinamento mais difíceis e, em alguns casos, onde os atletas não têm acesso rápido a refeições completas, eles os orientaram a ingerir uma bebida de recuperação.

QUANDO A CIÊNCIA DESENVOLVE A TRADIÇÃO

Métricas importantes informam sobre como progredir em cada corrida.

Desde que iniciaram essa missão, Wilkins e Kirby visitaram os corredores várias vezes, fazendo avaliações detalhadas para obter informações sobre marcadores importantes, incluindo V02 máximo, perda de líquidos durante a corrida, energia armazenada em seus músculos e assim por diante. Quando eles não estão com os atletas, procuram manter contato em sessões por telefone ou Skype. Durante as suas corridas em treinamento, os atletas usam relógios GPS com um monitor de frequência cardíaca (com um transmissor no cinto peitoral anexo). Após cada corrida, os treinadores e cientistas analisam os dados em conjunto para entender e interpretar o desempenho e o progresso dos atletas. Eles usam as informações que eles coletam para aconselhar os treinadores dos corredores para que eles possam desenvolver constantemente seus planos.

Eles acreditam na vantagem de altitude.

Todos os três atletas vivem e fazem a maior parte de suas corridas em altitude. O acampamento de Kipchoge está localizado no Quênia, o de Desisa está na Etiópia e Tadese divide o tempo entre a Eritreia (onde mora) e a Espanha (onde mora seu treinador). "Como há menos oxigênio disponível em altitude, ao longo do tempo o número de glóbulos vermelhos pode aumentar, permitindo que seu sangue transporte e entregue mais oxigênio para os músculos", explica Wilkins. "E quanto mais oxigênio seus músculos têm, melhor eles funcionam, o que pode ajudá-lo a correr mais longe, mais rápido." A maior concentração de glóbulos vermelhos pode permanecer por até duas semanas depois que uma pessoa deixa a altitude, então a suposição é que o aumento de células sanguíneas proporciona uma vantagem competitiva ao nível do mar.


O combustível de corrida é individualizado e preciso.

Os cientistas estão focados em compensar as perdas de líquido pela transpiração e maximizar os níveis de energia. Isso restringe o foco para as 48 horas que antecederam a corrida e 24 horas após sessões duras de treinamento em duas áreas-chave: tipo e método de entrega, e necessidade individual. "Criamos uma mistura de carboidratos personalizados para cada atleta, com base nos dados que reunimos ao longo do programa de treinamento, indicando quanto líquido eles perdem durante a corrida e o quanto seus estômagos podem absorver", explica Kirby. Além disso, cada um deles consome diferentes tipos de carboidratos, quantidades, fluídos e sabores.

A frequência da alimentação é específica.

Por meio da análise de dados sobre cada atleta e várias tentativas e erros, a equipe Breaking2 determinou o tempo ideal dos corredores para consumir alimentos durante a corrida: a cada 2,4K (cada volta da pista em que eles correrão no complexo do Autódromo nacional de Monza, na Itália). "Assim, a cada sete minutos, os atletas vão ingerir sua mistura específica que os mantém hidratados e energizados", diz Kirby. Isso tudo é novo para os atletas, dizem os cientistas, porque anteriormente cada corredor estava consumindo menos de 60 gramas de carboidratos por hora e eles tiveram de se familiarizar com a ingestão de uma maior quantidade de carboidratos no ritmo da corrida.

Wilkins, Kirby e todos os outros membros da equipe Breaking2 continuam a usar toda essa informação e experiência para desenvolver as estratégias de Kipchoge, Desisa e Tadese. "Nós estamos coletando dados desde que começamos, e continuamos a aprender muito com os atletas, para nos colocar e nos preparar da melhor forma possível para o dia da corrida", diz Wilkins. "A maioria dos corredores não tem esse nível de personalização e acesso a este tipo de teste e orientação". Quando você combina isso com a força mental pura de cada atleta, você tem o potencial para alcançar o desconhecido. "Não importa o que façamos a partir de uma perspectiva científica, esses caras têm de correr 26,2 milhas a 13,1 milhas por hora", diz Wilkins. "Isso é incrível."


Divulgação: NIKE



terça-feira, 18 de abril de 2017

REVISTA O2 COMEMORA 14 ANOS COM 25% DE DESCONTO EM TODAS AS PROVAS




Revista O2 comemora 14 anos com 25% de desconto em todas as provas.


A promoção conta com 63 provas em 14 cidades, e é valida até quarta-feira (19).

Criada em 2003, a revista O2, pertencente a Norte Marketing Esportivo, comemora 14 anos nesta semana. Depois de mais de 160 edições, a revista especializada em corrida de rua e no seu universo chega com uma grande promoção no seu aniversário: 25% de desconto em todas as provas da casa por três dias.

A partir da 00h de segunda- feira, o desconto será aplicado a todas as provas da O2, VO2, e também a Bravus Race (pertencente ao grupo Norte) que ao todo, somam 63 etapas. Serão descontos de 25% em cima do lote atual em todos os circuitos, como Circuito das Estações, Night Run e Série Delta.

Para quem gosta de desafios e longas distâncias, a promoção engloba também as meias maratonas da organizadora como a ASICS Golden Run e o Circuito 21K Sudamericano, com duas etapas, e as provas de montanha, sendo elas a Copa VO2 e Escape Trail Run. Para conferir todas as provas e informações, acesse 14anoso2.ativo.com. A promoção é válida até quarta-feira (19).


Divulgação: ATIVO



quinta-feira, 13 de abril de 2017

COLEÇÃO NIKE FREE 2017



CORRA DO SEU JEITO COM A COLEÇÃO NIKE FREE 2017


Nike Free RN Motion Flyknit elimina o cadarço e chega ao mercado a partir de 4 de maio.

Nike Free RN Flyknit e Free RN já estão à venda em nike.com.

Criado para os fãs de corrida minimalista, a família Nike Free 2017 surpreende o corredor. O design traz a beleza em sua simplicidade dando controle de volta aos praticantes do esporte, removendo todas as distrações e proporcionando o equilíbrio perfeito entre o movimento dinâmico e o nível adequado de apoio.

Para a coleção 2017, a marca apresenta três novos modelos: Nike Free RN Motion Flyknit, Nike Free RN Flyknit e Nike Free RN.

Visando a sensação de correr descalço, cada um deles possui uma palmilha moldada que imita a curvatura do pé para adicionar suporte, enquanto que a entressola co-moldada usa o Phylon mais macio (composição de espuma e borracha) injetado para conforto, durabilidade e uma passada suave.

Os três modelos também possuem a tecnologia auxética no solado – estrela de três pontas, que se expande e contrai igualmente em todas as direções, e permite a dispersão da pressão uniforme na corrida. O calcanhar anatômico arredondado promove a amplitude de movimento mais natural.

NIKE FREE RN MOTION FLYKNIT 2017
O cabedal ultrafino totalmente adaptável do Nike Flyknit oferece maior respiro no contato com a pele, eliminando qualquer distração no pé do corredor. Feito em uma peça de construção que integra áreas de alta respirabilidade, oferece conforto e suporte onde o corredor mais precisa. O design com tiras elásticas na parte superior do pé elimina o cadarço, é personalizável e proporciona conforto sem pressão.

NIKE FREE RN FLYKNIT 2017
Fechamento do meio do pé atualizado com tecnologia Nike Flywire na parte superior e integrado com os laços aumenta a sensação de suporte em todo o calçado. Fios mais estruturados são usados nas laterais para ajustar na expansão e contração do pé durante a pisada.


NIKE FREE RN 2017
O Nike Free RN 2017 garante conforto leve e duradouro com material respirável e solado altamente flexível para permitir que os seus pés se movam livremente. Com a parte superior em malha Jacquard de peça única, o modelo proporciona um design elegante e melhor respirabilidade.

E aí, gostou? Já sabe qual será o seu próximo? Acesse nike.com

Divulgação: NIKE


quarta-feira, 12 de abril de 2017

NOVIDADES: BREAKING 2 - NIKE



BREAKING2
NIKE ANUNCIA TENTATIVA DA QUEBRA DO RECORDE PARA O INÍCIO DE MAIO
Descubra quando Eliud Kipchoge, Lelisa Desisa e Zersenay Tadese vão correr 42.195m e como acompanhar em tempo real.


A Nike terá como alvo o primeiro fim de semana de maio para sua tentativa de quebrar a barreira de duas horas da maratona. A corrida será realizada no complexo do Autódromo Nacional de Monza, próximo a Monza, na Itália.

Embora o evento seja fechado para o público, qualquer pessoa pode experimentar a emoção, assistindo ao vivo pelos canais da Nike antes da corrida e a transmissão da tentativa, ambos serão apresentados pelo apresentador americano de programa esportivo, Sal Masekela, e incluem comentários de atletas da Nike. Fique atento para detalhes sobre como acessar esses programas.

A Nike e o Airbnb firmaram uma parceria para oferecer uma oportunidade única para 10 pessoas testemunharem o Breaking2 pessoalmente. Os vencedores vão passar o fim de semana imerso no melhor da Nike Running, em um local próximo ao autódromo.

Imagina acompanhar isso de perto? Pena que não tem vaga para brasileiros.
"The Contest is only open to residents of the United States, Germany, France, Spain, Italy, United Kingdom, Ireland, Canada (excluding the Province of Quebec), China, Japan, South Korea, and Australia."


Divulgação: NIKE


segunda-feira, 27 de março de 2017

POLAR M600




Polar M600: Smartwatch esportivo com tecnologia Android Wear™ 2.0 e métricas de natação.

Produto combina o melhor dos dois mundos: a tecnologia líder em medição de frequência cardíaca e todo o poder do Android Wear

A Polar, pioneira em tecnologia de wearables para esporte e fitness e líder em monitoramento de frequência cardíaca há mais de 40 anos, anuncia a chegada do Polar M600 no Brasil, um smartwatch esportivo à prova d’água, compatível com Android Wear 2.0, disponível em breve. Usando a plataforma Android Wear para smartwatch do Google, o produto tem tecnologia de frequência cardíaca óptica proprietária da Polar e fornece esta medição baseada em pulso através de 6 LEDs aliado a um algoritmo projetado e testado para máxima confiabilidade. O Polar M600, também oferece GPS integrado, monitoramento de atividade 24 horas por dia e todos os recursos do Polar Smart Coaching.

Concebido para treinamento multiesportivo, o Polar M600 é um estiloso acessório para um lifestyle conectado. Com elegante design e tela touch colorida de 1,3 polegadas, botão frontal para controlar o treino de forma rápida e fácil, tem autonomia de bateria de mais de 48 horas quando conectado a dispositivos Android. Com pulseira de silicone macia e confortável, o Polar M600 está disponível em preto e branco – a pulseira vermelha é vendida como acessório adicional.

"A Polar é conhecida por trazer a inteligência ao esporte. Criamos o primeiro monitor de frequência cardíaca, o primeiro monitor de atividade física e fomos, novamente, a primeira empresa de wearables esportivos a anunciar um smartwatch voltado para prática de esporte. Com tecnologia Android Wear, o Polar M600 oferece inúmeras opções de personalização e conta com os robustos recursos dos consagrados wearables Polar", diz Igor Meskelis, Diretor-Presidente da Polar no Brasil.

Ganhador do Prêmio Honorário na categoria de produtos de Fitness, Esportes e Biotecnologia, o Polar M600 oferece métricas de natação em piscina, como distância e ritmo, braçadas por minuto e por piscina. Além disso, o smartwatch detecta se o tipo de nado é livre, costas, peito ou borboleta.

Combinar os avanços constantes do Android Wear com a expertise de treino da Polar trouxe ao Polar M600 recursos exclusivos de Smart Coaching, como o Guia de Atividades. Além de contar com as informações sobre treinamento, atividades diárias e exercícios, é possível utilizar controle por voz, personalizar o mostrador de relógio (watch faces), visualizar notificações de calendário, responder mensagens de texto e instantâneas com um smartphone Android, visualizar feeds de redes sociais e acessar mais de quatro mil aplicativos no Google Play. O Polar M600 oferece 4GB de armazenamento interno e permite sincronizar músicas do Google Play para ouví-las sem o smartphone.


Por meio do ecossistema Polar Flow, o usuário pode visualizar dados de atividade, treinamento com base em frequência cardíaca e sono no aplicativo para iOS e Android, enquanto o serviço web oferece uma visão mais profunda sobre o condicionamento físico, recuperação e progresso. Usuários do Polar M600 podem utilizar o Programa de Corrida Polar, um plano de treinamento personalizado e adaptável disponível gratuitamente no Polar Flow. Corredores podem escolher entre quatro diferentes distâncias (5K, 10K, meia-maratona ou maratona) e o programa cria um plano de treinos de acordo com o nível de condicionamento físico, que se adapta ao progresso e oferece instruções claras que ajudam a focar no que é mais importante para melhorar o desempenho.

O Polar M600 estará disponível na loja virtual da marca e em redes de artigos esportivos em abril por R$ 1.699,00.

Divulgação: POLAR



quarta-feira, 22 de março de 2017

NIKE AIR VAPORMAX




NIKE AIR VAPORMAX: O ÁPICE DA TECNOLOGIA AIR

Compre o seu: clique aqui
Quando o Nike Air Max foi lançado, em 1987, ele foi o primeiro tênis a mostrar uma grande cápsula de amortecimento de ar visível. Em 1997, o modelo evoluiu com o Air Max 97, colocando a tecnologia Air ao longo de todo o solado. Outras mudanças ocorreram com o tempo, e agora o Air Max se inspira no seu legado de 30 anos para criar uma revolução: o Nike Air VaporMax, que traduz a promessa do Air de oferecer amortecimento leve e consistente com durabilidade.

O avanço é resultado das novas tecnologias que permitem que a cápsula de ar do Nike VaporMax atue como um solado independente. Antes, essa cápsula de ar era isolada por uma camada de borracha secundária para proteção e maior durabilidade, agora a nova tecnologia permitiu que os designers incorporassem a tecnologia Air e a camada externa em uma mesma unidade VaporMax. As unidades anteriores precisavam ser formadas por áreas estruturais inflexíveis, mas a nova unidade pode manter seu formato com elasticidade.
Se antes a estrutura do tênis permitia que mais ar fosse integrado à unidade, agora a última inovação permite geometrias mais extremas, possibilitando que os designers coloquem ainda mais ar diretamente sob os pés. Juntos, esses recursos eliminam a necessidade de uma entressola de espuma tradicional.

Ao eliminar o peso e o volume dessa camada de espuma, a nova entressola alcança uma maior flexibilidade e impulso sem comprometer a estrutura, enquanto reduz o peso. Ao colocar o cabedal diretamente sobre a cápsula de ar, a sensação de maciez aumenta e resposta de energia acaba sendo maior.
No Nike Air VaporMax, a a cápsula de ar é aliada a um cabedal Nike Flyknit que integra apoio preciso e reduz ainda mais o peso do calçado. O Nike Air VaporMax chega em Nike.com no dia 26 de Março.

Acesse o site: clique aqui

Divulgação: NIKE



sábado, 11 de março de 2017

NIKE ABRE CASA AIR MAX NA AVENIDA PAULISTA




A Casa Air Max reunirá os grandes lançamentos de um dos maiores ícones da cultura sneaker com estrelas da cena musical, experiências para o consumidor, treinos de Nike+ Run Club e sessões de Nike Training Club


Há exatas três décadas, a Nike revolucionou o mundo da corrida com a tecnologia Air. Pela primeira vez foi possível ver a cápsula de ar que oferecia o melhor em amortecimento para corredores. O que começou como uma iniciativa para tornar visíveis os benefícios dessa inovação, evoluiu para uma silhueta que mudou para sempre a história dos calçados. A tecnologia Air Max nasceu na corrida, mas transcendeu o mundo dos esportes até tornar-se um dos maiores ícones da cultura sneaker.

Instalada em um dos casarões da Avenida Paulista, no coração de São Paulo, a Casa Air Max recebeu as cores vibrantes do artista Arlin Graff para celebrar o 30º aniversário dessa revolução e une importantes nomes da música a essa comemoração.

Zegon, Emicida, Karol Conka e Metanol são artistas que reconhecidamente quebram barreiras e revolucionam no cenário musical. Num mundo que valoriza cada vez mais a colaboração, eles se tornaram parceiros da Nike na co-criação de projetos que serão apresentados na Casa Air Max.

“Escolhemos a Avenida Paulista para celebrar o 30º. Aniversário do Air Max, um dos maiores ícones da cultura sneaker, porque é onde esporte, cultura, diversidade e estilo urbano se encontram. A Casa Air Max vai funcionar como uma tela para expressar a cultura urbana nos mais variados sentidos: esporte, música, comportamento, estilo e sneakers, claro. Vai ser uma oportunidade de redefinir, revolucionar e expressar a cultura jovem de uma maneira colaborativa, corajosa e disruptiva", afirma Tim Stuijfzand, Diretor Sênior de Marketing da Nike do Brasil.

video

O Air Max Day é comemorado mundialmente no dia 26 de março, mas no Brasil a celebração começa dia 8 de março, Dia Internacional da Mulher. Para inaugurar a Casa Air Max, a Nike convidou mulheres que representam revolução nas áreas e comunidades onde atuam.

As atletas patrocinadas pela Nike, Leticia Bufoni e Rafaela Silva, que se apaixonaram por esportes como skate e judô, predominantemente masculinos; a cantora Karol Conká e a artista Panmela Castro, que se destacam no cenário do rap e do grafite; a ativista Juliana Luna e as jovens irmãs Tracie e Tasha, do Expensive Shit, que se dedicam ao empoderamento feminino através da moda.


Ao longo do mês de março, será lançada uma série de sneakers em edição limitada (retrô, remix e inovadores). E essa linha de designs Air, novinhos em folha, irá incluir o tão esperado Nike Air Vapor Max, para provar que o potencial da revolução Air nunca esteve tão forte dentro da Nike.

PROGRAMAÇÃO
O público terá acesso à Casa Air Max a partir do dia 11 de março, sempre aos sábados das 12h às 16h e aos domingos, das 12h às 22hs, com limite de capacidade. A cada sábado, está programada uma atração musical especial, a partir das 18 horas.

Aos domingos, a casa recebe o público ao meio-dia para sessões especiais de Nike Training Club sempre conectadas à música e cultura urbana. No final da tarde, liderados por crews de corrida, como as paulistanas Vício Lifestyle e Closeyros, e as cariocas Ghetto e Cria, corredores de várias partes da cidade percorrerão diferentes distâncias para chegar até a Casa Air Max. Para participar, é preciso se inscrever em Nike.com/SP.

Na Casa Air Max, o público também terá a chance de viver uma série de experiências relacionadas à cultura sneaker numa mistura de música e cultura urbana, além de algumas surpresas especiais. No térreo, está instalado o espaço Rebels On Air, onde será possível criar sua música e ser VJ por um dia. Na sala Atmos, estão previstos os serviços de Sneaker Refresh (limpeza e dicas de cuidados com sneakers Nike) e customização.

Na sala Nike.com, será possível fazer a compra de produtos por meio digital. No primeiro andar, o consumidor vai experimentar a Sala Vapor Max, com uma atividade sensorial que explora os benefícios da tecnologia Air e, na Sala Masters of Air, conhecer os principais modelos Air Max de alguns colecionadores.

Depois, vale a visita à Sala OG, onde serão oferecidos serviços de cabelereiro, barba, maquiagem e nails bar, antes de ficar bem na foto no espaço PiraNoMeuAir 360, onde se pode fazer uma foto 360.

SERVIÇO
Para mais informações sobre a programação e inscrições para eventos, acesse Nike.com/SP a partir de 9/3.

Casa Air Max - Avenida Paulista, 1811.

Divulgação: NIKE



sexta-feira, 10 de março de 2017

NIKE REDEFINE O VISUAL DA CORRIDA VELOZ




O Nike Zoom Vaporfly 4%, Nike Zoom Fly e Nike Air Zoom Pegasus 34 serão lançadas em 8 de junho, no Nike.com e em lojas selecionadas.


Baseados no projeto Breaking2 da Nike, uma inovação para quebrar a barreira de duas horas da maratona, o Nike Zoom Vaporfly 4%, Nike Zoom Fly e Nike Air Zoom Pegasus 34 apresentam um novo futuro para a corrida. Projetado para melhorar a eficiência de todos os corredores – dos maratonistas de classe mundial àqueles que treinam para seu primeiro teste de corrida de distância - este trio de tênis de corrida e treinamento redefine o visual da corrida veloz.

NIKE ZOOM VAPORFLY 4%
Introduzida no Nike Zoom Vaporfly Elite, a entressola Nike ZoomX redefine a aparência, a sensação e o desempenho de velocidade. E quando combinada com uma placa de carbono embutida em todo o comprimento, a entressola Nike ZoomX fornece um sistema inovador para amortecimento responsivo que é projetado para maximizar a velocidade e proporcionar maior retorno de energia.

O design audacioso e orientado para o desempenho do Nike Zoom Vaporfly 4% faz com que os corredores sejam 4% mais eficientes em comparação com o tênis de maratona anterior mais rápido da Nike. Um talão aerodinâmico destaca a estética do tênis. O cabedal Nike Flymesh com apoio de arco dinâmico no médio pé proporciona nível zero de desvio de distração. A placa de fibra de carbono é ajustada para minimizar a perda de energia quando os dedos são dobrados, sem aumentar a demanda para a panturrilha. Por fim, a entressola Nike ZoomX proporciona amortecimento em cada passo para devolver energia para o arranque. O resultado é um tênis de corrida construído para as necessidades exatas de maratonistas de classe mundial.
NIKE ZOOM FLY
O Nike Zoom Fly aplica os princípios revolucionários do Nike Zoom Vaporfly Elite em um tênis que é rápido o suficiente para o dia da corrida, mas resistente o suficiente para o treinamento diário. A espuma Lunarlon extremamente leve, macia e altamente resiliente cria uma experiência leve, responsiva sob os pés, enquanto uma placa de nylon injetada com carbono no comprimento total aumenta a rigidez. Uma borracha de alta abrasividade no calcanhar para durabilidade completa o ferramental. O cabedal é composto de Nike Flymesh com dinâmica de médio pé Nike Flywire para uma contenção leve.

Além disso, o desvio de 10mm do Nike Zoom Fly é projetado para minimizar a tensão no tendão de Aquiles e a altura de 33mm garante uma proteção contra impactos a cada quilometro.
NIKE AIR ZOOM PEGASUS 34
O Nike Air Zoom Pegasus 34 reúne unidades Nike Air Zoom na parte frontal e calcanhar com espuma Premium Cushlon ST. Esta abordagem sinérgica proporciona amortecimento suave equilibrado com uma sensação de apoio e responsividade sob os pés. O cabedal Flymesh atualizado do Nike Air Zoom Pegasus 34 emprega fios de monofilamento translúcido para uma contenção leve e ventilação. O calcanhar arredondado se afunila na lateral para promover uma amplitude natural de movimento.

O Nike Zoom Vaporfly 4%, Nike Zoom Fly e Nike Air Zoom Pegasus 34 serão lançadas em 8 de junho, nas principais colorways inspiradas pela velocidade e elegância das corridas de automóveis em Monza, no site Nike.com e em varejistas selecionados.

Divulgação: NIKE



terça-feira, 7 de março de 2017

BREAKING2: POR QUE MONZA?




Uma volta fixa de 2,4 km no Autódromo Nacional de Monza, na Itália, oferece todas as condições ambientais para a tentativa da quebra da barreira de duas horas da maratona.


Portão de Brandemburgo, em Berlim, Heartbreak Hill, em Boston, a margem do Rio Tãmisa, em Londres, a ponte Verrazano-Narrows, em Nova York e a vasta extensão do Lago Michigan. Estas são algumas das características marcantes dos percursos das maratonas mais famosas do mundo. A cada ano, milhares de corredores treinam para enfrentá-las – se preparando não só para o desafio de correr 42 quilômetros, mas também para enfrentar as condições únicas de clima e pista de cada uma delas.

Para a maioria dos corredores, simplesmente cobrir toda a distância é o suficiente. Eliud Kipchoge, Lelisa Desisa e Zersenay Tadese, os atletas envolvidos no projeto inovador e audacioso Breaking2 da Nike, têm um objetivo mais ousado: quebrar a barreira das duas horas, o Santo Graal da corrida.

O ronco dos motores e a correria das equipes de boxes raramente fazem parte da visão de uma maratona. No entanto, uma grande ambição requer pensamento pouco convencional. Por isso, a serviço da tentativa de Kipchoge, Desisa e Tadese, a equipe diversificada do projeto Breaking2 mudou o foco do percurso urbano tradicional para um ícone da velocidade, uma pista de corridas de automóveis.

Determinar o local perfeito de corrida exige um conjunto exclusivo de características ambientais, levando em consideração, entre outras coisas, a altitude, a temperatura e a pressão do vapor. O objetivo é singular: otimizar as condições.

Depois de vasculhar o mundo para encontrar o local mais adequado, a equipe Breaking2 chegou a uma volta fixa de 2,4 km no complexo do Autódromo Nacional de Monza, próximo a Monza, na Itália.


Basicamente, a localização contempla todos os fundamentos ambientais. A temperatura oscila em torno de 12 graus Celsius e a pressão do vapor é menor do que 12mmHg. Além disso, o céu normalmente está nublado (minimizando a carga de calor nos corredores) e as correntes de ar não apresentam mudanças de direção drásticas - graças ao fato do percurso estar perfeitamente situado ao largo da costa e no meio de muitas árvores.

Naturalmente, esses dados e as circunstâncias ambientais sozinhas não garantem quebrar a barreira de duas horas. O layout da volta, a extensão do percurso e a elevação atendem a outros critérios essenciais para otimizar a tentativa.

Os outros critérios são:
  • Asfalto – embora o asfalto seja a superfície de pista preferida, o circuito de Monza também garante excelente consistência sob os pés.
  • Inclinação da pista - a falta de declives no percurso proporciona um piso limpo e uniforme em todo o circuito.
  • Comprimento – Com 2,4 km, o percurso permite a gestão perfeita de ritmo, hidratação, nutrição e transições da equipe de apoio.
  • Clima – uma análise do histórico do clima de Monza em seis anos, com a exploração comparativa das condições nas maratonas mais rápidas da história, confirmou o potencial do local para um desempenho ideal.
Ficaremos aqui na torcida para que essa marca seja alcançada, apensar de saber que é muito, mas muito difícil. Sem limites para o impossível.. Boa sorte atletas!

Divulgação: NIKE




terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

LUNAREPIC LOW FLYKNIT 2 - NIKE




NIKE LANÇA SEGUNDA EVOLUÇÃO DO LUNAREPIC FLYKNIT LOW 2
Modelo de tênis revolucionário ganha lingueta mais alta


Reconhecido pelos corredores pela sua maciez, amortecimento e conforto, o Nike LunarEpic Flyknit chega a sua segunda edição em versão Low.

O modelo que é indicado para treinos e provas longas, de recuperação e progressão, traz, como principal atualização, a lingueta mais alta para melhor ajuste no pé e acolchoamento por toda a extensão do colarinho para mais conforto.

A espuma Lunarlon oferece a dose perfeita de flexibilidade, para permitir que o tênis acompanhe o movimento dos pés durante as passadas.

Para o amortecimento, assim como nas versões anteriores, a Nike aposta na espuma Lunarlon, leve e macia que absorve o impacto nas laterais e permite uma transição suave do calcanhar até a ponta do pé.

A sola externa conta com áreas cortadas a laser para melhor amortecimento e tração em diferentes superfícies.

O novo modelo já está disponível na maior loja da Nike, o nike.com, e em lojas selecionadas.


CARACTERÍSTICAS

Categoria: Corra mais Longe. Tênis que oferecem mais conforto e maciez.
Características: O tênis chega na sua segunda edição, reconhecido pelos corredores pela sua maciez, amortecimento e conforto, agora ainda mais inovado.

Cabedal: Atualização no cabedal. Com uma lingueta mais alta para melhor ajuste no pé e acolchoamento por toda a extensão do colarinho para mais conforto e maciez.

Entressola: A espuma Lunarlon oferece a quantidade perfeita de flexibilidade, fazendo com que o tênis se mova com o pé durante as passadas.

Solado: Amortecimento Lunarlon, espuma leve e macia que absorve o impacto, e nas laterais permitem uma transição suave do calcanhar até a ponta do pé. Sola externa com áreas cortadas a laser para melhor amortecimento e tração em diferentes superfícies. Inspirado por mapas de pressão do pé, cada área de espuma Lunarlon cortada a laser move individualmente, resultando em uma passada que maximiza amortecimento. O padrão de cortes em 360 graus oferece excelente tração ao longo do ciclo da passada.

Peso: 272g (masculino no tamanho 10) / 204g (feminino tamanho 8)
Drop: 10mm - Pisada: Neutra - Preço sugerido: R$ 699.90

Demais informações: www.nike.com.br/lunarepic2

Divulgação: NIKE


quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

POR TRÁS DO PROJETO BREAKING2 DA NIKE



No fim de 2016, a Nike traçou um plano de inovação para quebrar a barreira das 2 horas em maratonas. Conheça a equipe que vai ajudar Eliud Kipchoge, Lelisa Desisa e Zersenay Tadese a tirar o máximo de cada passo.

Os atletas selecionados!
Para realizar essa façanha, a Nike montou uma equipe diversificada, que está tornando realidade essa ideia ousada. Juntos, esses profissionais oferecem uma experiência inigualável. Eles são engenheiros e designers, biomecânicos e nutricionistas, fisiologistas e desenvolvedores de materiais, e trabalham juntos para ajudar os atletas Eliud Kipchoge, Lelisa Desisa e Zersenay Tadese a tirar o máximo de cada passo.

Em seu trabalho, os membros dessa equipe criaram uma série de pontos de contato para os próximos meses, que incluem reuniões presenciais e sessões regulares por telefone/Skype. As visitas aos locais de treinamento de atletas – no Quênia, na Etiópia e na Espanha – trazem oportunidades de avaliação para otimizar as rotinas dos três corredores. Lá, a equipe avalia (entre muitas coisas) hidratação, nutrição, carga de treinamento e o período pré-maratona.

Além disso, mesmo longe dos atletas, os membros da equipe estão sempre no clima da corrida, como se isso fosse um elemento fundamental da equação para melhorar o desempenho. Os dados coletados e os insights combinados de todos os pontos de contato fazem parte do esforço geral de diminuir o tempo da maratona para menos de duas horas.

Apresentação da equipe Breaking2
A MISSÃO

Sandy Bodecker
Visionário, Breaking2
Bodecker está na Nike há 35 anos, ele é o visionário do projeto Breaking2. Desde o seu início como coordenador de testes em calçados, Bodecker chefiou a primeira divisão de Futebol Global da Nike, depois iniciou a divisão de Esportes de Ação e posteriormente atuou como primeiro Diretor de Design Global. Bodecker é atualmente o Vice-Presidente de Projetos Especiais.

Tony Bignell
Vice-Presidente de Inovações em Calçados
Como Vice-Presidente de Inovações em Calçados da Nike, Tony Bignell lidera uma equipe de inovadores de produtos para criar calçados de alto desempenho para atletas de qualquer lugar do mundo. Seu trabalho é guiado pela crença em inovação na Nike: melhorar, proteger e informar os atletas. Tony e sua equipe se inspiram e colhem perspectivas de atletas de classe mundial; depois, utilizam esses dados para criar produtos inovadores que fornecem desempenho máximo para os atletas.

Matthew Nurse
Vice-Presidente do Laboratório de Pesquisas do Esporte da Nike (NSRL)
Matthew Nurse lidera a Equipe Nike Explore do Laboratório de Pesquisas do Esporte da Nike (NSRL), uma equipe multidisciplinar que conta com pesquisadores, cientistas e inovadores e que mantém seu foco em biomecânica, fisiologia humana, percepção sensorial e ciência dos dados. Trabalhando com as equipes mais abrangentes na Inovação de Calçados e Roupas Esportivas, o NSRL ajuda a desenvolver produtos, plataformas e capacidades inovadoras para o mercado. Nurse obteve seu Ph.D. em Biomecânica e Medicina, e tem trabalhado em mais de uma dúzia de produtos patenteados e conceitos digitais.

A CIÊNCIA

Dr. Brad Wilkins
Diretor de Pesquisa da Equipe Nike Explore do NSRL
Wilkins e seu colega Brett Kirby comandam a ciência do projeto Breaking2 – desde a realização de testes de resistência dos atletas até a análise de dados do laboratório e a identificação da estratégia de corrida ideal. Como Diretor de Pesquisa da Equipe Nike Explore do NSRL, o Dr. Wilkins lidera um grupo de cientistas responsáveis pelas descobertas que irão conduzir a próxima geração de produtos da Nike. Como fisiologista, Dr. Wilkins liderou a estratégia de pesquisa científica para uma série de produtos e projetos da Nike, incluindo os uniformes dos jogadores de futebol dos Jogos Olímpicos e da Copa do Mundo, o Nike+ FuelBand e o apps NRC e NTC 2016.

Dr. Brett Kirby
Pesquisador do NSRL, Fisiologista Líder
Kirby explora novas formas de ajudar a Nike a ouvir o corpo do atleta. Na Nike, sua equipe ajuda a descobrir insights que se tornam a base para produtos e serviços novos e inovadores. Como fisiologista líder do NSRL, Kirby faz pesquisas pioneiras que promovem o desempenho superior de cada atleta.

Professor Andy Jones PhD
Fisiologista (Consultor Externo)
Jones é Professor de Fisiologia Aplicada e Coordenador de Pesquisa e Impacto da Universidade de Exeter. Com mais de 230 artigos de pesquisa, Jones é um especialista famoso em bioenergética, absorção de oxigênio muscular e eficiência, testes de exercício e desempenho humano. Como ex-atleta internacional, Jones tem fornecido suporte a vários dos principais corredores de provas de resistência do Reino Unido, e tem um interesse especial no treinamento e nas intervenções nutricionais para melhorar o desempenho da corrida de longa distância.

Dr. Philip Skiba
Médico e Engenheiro de Desempenho (Consultor Externo)
O Dr. Skiba é diretor do programa de Medicina Esportiva do Advocate Lutheran General Hospital em Chicago. Como médico, Skiba faz pesquisas sobre cinética do consumo de oxigênio e matemática do treinamento e produção de energia de atletas. Além disso, ele já treinou uma série de campeões mundial nas provas de resistência. Colocando em prática o que ele prega, o Dr. Skiba completou vários triatlos, incluindo as provas de Ironman dos Estados Unidos.

Robby Ketchell
Especialista em Modelagem Matemática e Ciência Ambiental (Consultor Externo)
Robby, Presidente da winningAlgorithms, uma empresa de inteligência artificial com sede em Portsmouth, New Hampshire, utiliza a análise preditiva para maximizar o desempenho dos atletas. Ketchell trabalhou com ciência e dados do esporte nos últimos dez anos. Seu foco principal está na forma como os fatores ambientais influenciam o desempenho humano a partir da aerodinâmica, fisiologia e física. Ele desenvolveu um software chamado AvantCourse com base em seus anos de trabalho no Tour de France como Diretor de Ciência e Tecnologia para uma equipe de ciclistas profissionais, onde ele era conhecido como a arma secreta da equipe.
AS FERRAMENTAS

Dr. Geng Luo
Pesquisador do NSRL, Área de Biomecânica
Geng cresceu como um sneakerhead (admirador de tênis) na China e nunca imaginou que fosse trabalhar com inovações no desempenho de calçados. Desde que começou na Nike em 2013, ele faz exatamente isso – cria conceitos modernos de tênis para atletas de elite. Como Pesquisador Sênior no NSRL, Geng lidera uma equipe de cientistas que aplicam seu vasto conhecimento na criação de tênis de corrida inovadores e funcionais.

Helene Hutchinson
Diretora Sênior de Desenvolvimento de Calçados, Área de Inovação
Hutchinson lidera uma equipe de inovadores dedicados a aumentar o desempenho por meio da manufatura, sustentabilidade e métodos de fabricação. Ela é a Diretora do Programa que lidera o calçado Breaking2 na Equipe Nike Explore. Ela está entre os desenvolvedores originais da tecnologia Nike Free, e foi pioneira no conceito de criação de calçados que facilitam o movimento natural.

Stefan Guest
Diretor Sênior de Design, Área de Inovação da Equipe Nike Explore Team
Stefan Guest lidera uma equipe de design que tem a tarefa de criar a próxima geração de tênis de corrida da Nike. A equipe se dedica a tornar os atletas mais rápidos por meio da ágil interação de soluções de desempenho inovadoras. Stefan acredita no group genius (gênio do grupo) e por isso promove a colaboração de designers de classe mundial. Ao maximizar a função e a estética de um tênis de corrida, sua equipe ajuda os atletas a alcançar o desempenho máximo.

Bret Schoolmeester
Diretor Sênior de Tênis de Corrida Global, Rapidez
Corredor e integrante do NCAA All-American, Schoolmeester ajudou a transformar a Nike Running. Em 2012, ele fez parte da equipe que lançou a Nike Flyknit na América do Norte, uma tecnologia que transformou a corrida. Antes do projeto Breaking2, Schoolmeester foi responsável pela estratégia de inovação no tênis de corrida, incluindo o lançamento do Nike LunarEpic Flyknit.

Steve Jackson
Diretor de Projetos de Inovação
Steve Jackson trabalha na divisão de Roupas Esportivas da Nike desde que começou na empresa em outubro de 2004 como Gerente de Produtos de Roupas Esportivas da Nike Pacific. Ao longo dos anos, ele também ocupou cargos como Gerente Sênior de Produtos de Roupas Esportivas e Diretor de Negócios de Uniforme de Futebol Global. Sempre ouvindo a voz do atleta, ele tem uma abordagem apaixonada, vibrante e colaborativa em relação às inovações nas roupas esportivas. Atualmente, Steve é o Diretor de Projetos de Inovação da equipe de roupas esportivas da Nike Explore, gerenciando projetos de inovação de ‘Sistemas de Desempenho’ para vários momentos esportivos importantes.

Jorge Carbo
Equipe de Pesquisa Aplicada de Roupas Esportivas, Pesquisador Sênior
Jorge começou na Nike em 2003; antes, trabalhou como engenheiro de uniformes espaciais na NASA. Ele é especialista em termofisiologia, fisiologia do exercício, desempenho humano, aerodinâmica esportiva e novas tecnologias. Atualmente, Jorge é o Pesquisador Sênior de Inovação e comanda o trabalho de inovação nas roupas esportivas.

Depois de tantos nomes importantes, só nos resta esperar para ver esse recorde acontecer!

Divulgação: NIKE


terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

ETAPA OUTONO DO CIRCUITO DAS ESTAÇÕES GANHA NOVA DISTÂNCIA PARA INICIANTES



Fala, galera! Passei para contar sobre a novidade para corredores iniciantes.

O percurso inédito de 3 km recebeu o nome de “Pelotão Bota Pra Correr”.


O Circuito das Estações ganha uma nova distância em 2017: 3 km. A opção inédita na prova é ideal para corredores iniciantes, que ainda não se sentem confortáveis para completar os 5 km.

Disponível apenas na Etapa Outono, o percurso que recebeu o nome de “Pelotão Bota Pra Correr”, largará separado dos demais pelotões, e em algumas cidades, em horário diferente. Ele passará pelas nove cidades confirmadas no calendário do circuito: São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Brasília, Porto Alegre, Fortaleza, Recife, Salvador e Curitiba.

O kit e o valor da inscrição permanecem iguais às demais distâncias da prova. Para conferir todas as informações, acesse www.circuitodasestacoes.com.br

Espero todos vocês por lá.



domingo, 29 de janeiro de 2017

DISNEY PRINCESA MAGICAL RUN




3ª EDIÇÃO DA DISNEY PRINCESA MAGICAL RUN OCORRERÁ EM MARÇO

As inscrições para o evento, que tem duas opções de percursos, já estão abertas.


A 3ª edição da Disney Princesa Magical Run promete trazer as aventuras das Princesas da Disney para o Jockey Club de São Paulo. O evento ocorre no dia 13 de março de 2017 e tem duas opções de percursos, a caminhada com 3km e a corrida de 7km. A Disney Princesa Magical Run é uma experiência temática, em que os participantes podem vivenciar a magia da Disney em família, ter uma experiência saudável por meio de uma prática esportiva e também aproveitar para se divertir e usar sua fantasia preferida.

O evento será também uma ótima oportunidade para que os participantes possam estar mais perto da essência de coragem, esforço e dedicação que a franquia Princesas de Disney possui. O destaque desta edição será a Princesa Bela que será a personagem estampada nas camisetas dos kits da corrida. A vencedora da corrida na categoria feminina de 7km será premiada com uma viagem com acompanhante ao Walt Disney World Resort, na Flórida.

 As inscrições para o evento já estão abertas e com as seguintes opções de kits: adulto, infantil e também a opção de pacote para a família. No valor do kit estão inclusos sacola, camiseta, medalha e também a participação nas atividades que ocorrem na arena, sempre com muita diversão e surpresas.
Kit caminhada 3K
Kit corrida 7K (feminino)
Kit corrida 7K (masculino)
O evento é organizado pela Norte Marketing e tem como objetivo associar o esporte ao lazer e levar entretenimento e a magia da Disney aos participantes. O valor para inscrição é de R$150,00 (Individual/Adulto), R$110,00 (Crianças) e R$330,00 (Pacote família para 3 pessoas sendo ao menos 1 criança). Inscrições pelo site www.disney.com.br/princesamr.

O selo “Inspire-se, Disney Cidadania” reúne os esforços de cidadania corporativa da Companhia e convida todos a viver de forma mais saudável, cuidar do meio ambiente, fortalecer as comunidades e fomentar a criatividade para solucionar problemas e detectar oportunidades. As crianças e suas famílias terão oportunidade de conhecer melhor o selo “Inspire-se, Disney Cidadania” durante o evento, participando de atividades especiais ligadas a atividade física e nutrição saudável.

Não perca essa corrida mágica. Espero encontrar todos vocês por lá.